Misticismo em João - eBook - autor: José Lima Junior

R$ 15,00
. Comprar  

eBook 

Após confirmação do pedido você receberá em seu email o arquivo no formato de sua escolha. A confirmação do pagamento pelos sistemas de meios de pagamento pode levar até 48 horas. 


Encontrei outro dia, uma foto do Mestre Jesus, brilhantemente trabalhada, que me fora enviada pela Ordem iniciática a que pertenço. Trata-se apenas do rosto de Jesus, sem cruzes ou pregos, com uma enorme aura que destaca-se envolvendo-o. Um rosto enigmático, com uma autoridade intrínseca à personalidade que lhe deu vida e pensei, é sobre os ensinamentos desse Mestre, que igual ainda publicamente não tivemos, que ouso pensar que posso tecer comentários que irão auxiliar os milhões que nele encontram sua fonte de vida e inspiração.

E pensei ainda, estarei à altura da tarefa que me proponho; não lançarei palavras ao vento movido pelo orgulho e pela vaidade; não escreverei sem ter certeza, apenas para que as folhas se preencham e para que um dia, um mais tolo que eu, tenha-me por sábio?

Não haviam se passado quatro meses que terminara Misticismo em Mateus, e ainda aguardava a resposta definitiva de uma das duas editoras para as quais o enviei; uma já havia rejeitado o manuscrito, com a desculpa de que sua pauta de publicações para o ano estava cheia, sem me consultar se aguardaria até o início do próximo ano, o que certamente faria de bom grado, pois o que são seis meses, para quem estaria prestes a atingir um ideal e talvez iniciar o que poderia ser bem chamado de missão de vida; bem, mas homens são homens, ainda não são os deuses que um dia seremos, pois ainda não refletem a semelhança do Criador, que parece ser o propósito de Deus para nós.

Por esses dias, refletia arduamente sobre a verdade e a real destinação do homem, se é que o homem tivesse uma; e perdia-me em construções filosóficas que acabariam por tirar-me o tempero da vida, não fosse uma admoestação amorosa aqui ou lá, no sentido de apontar-me um dos lados que ainda não tinha analisado.

E assim refletia sobre o surgimento do homem, ou melhor da personalidade objetiva, do José, da Caroline, do Paulo, do Pedro, de você; sobre o método utilizado por Deus para que nós surgíssemos, e o exporei ao comentar o Cap. 1 de João.

Por agora, é necessário estabelecer a premissa de que dos Evangelhos contidos na bíblia Judaíco-Cristã, João é de longe o mais místico e que às vezes surpreendo-me como, existindo a tese de que muitos livros foram simplesmente retirados e muitos textos foram suprimidos, ainda tantas e magnificas leis cósmicas insistem em permanecer em João, vencendo a má exegese do homem, sobre o que importa ou não, em termos do Reino dos Céus e do Evangelho do Mestre Jesus.

A beleza do Evangelho de João, a profundidade dos ensinamentos ali contidos, a quantidade de leis esotéricas que ali encontram guarida, as máximas de vida, as inúmeras chaves para reflexão, etc., comovem a quem quer que o olhe mais que um mero espectador, a quem quer que deseje dar-lhe vida.

Veja também